Depoimentos

Arriscar é fundamental mais com sabedoria, muitos erram porque gostam do imediatismo, o segredo não é estar no topo do ranking no começo e sim estar nele no final, muitos erram por fazer estratégias imediatistas. Nem sempre a melhor estratégia vai te deixar na frente logo de cara, às vezes será necessário algumas rodadas para ver o resultado.

Karollainny Maria Pereira da Silva, equipe AXIOMA, campeã do #TG2017

O Torneio Gerencial é a oportunidade para os estudantes testarem na prática os conhecimentos obtidos em sala de aula, são ótimos simuladores que exigem muita dedicação, análise, projeções, etc., para tentar o 1º Lugar em cada Etapa do Torneio. Mas acima de qualquer posição ou prêmio, a experiência é única e gratificante, não perca tempo, participe da próxima edição.

Viviane Thais Wrubleski Kuczera, equipe SGO CORP, 2º lugar do #TG2017

Nos simuladores há várias variáveis em jogo, onde os competidores têm que prever, calcular e tomar decisões o tempo todo, a cada rodada/período. Visa mostrar com a maior realidade possível o que aconteceria no mundo real, os estudantes podem por em prática tudo aquilo que aprendem em sala de aula, preparando-os melhor para enfrentar um mercado de trabalho cada dia mais competitivo.

Michael Douglas Batista de Araujo, equipe The Flash, 7º lugar do #TG2017

O Torneio Gerencial é a chance para você colocar as suas estratégias em páreo com outras mentalidades. Você terá a chance de gerir quatro empresas de setores diferentes, cada uma com suas peculiaridades e funcionamento. É a chance de ver a real importância de tudo o que se aprende em horas de teoria nos cursos de graduação. Use táticas de RH, Administração Estratégica, Finanças, Programação de Produção, Marketing, P&D e muito mais. Dê o melhor de si e da sua equipe para sair campeão.

Tiago Mateus Schneider, equipe Gauchada, 1º lugar do #TG2016

Foi a primeira vez que participei e foi surpreendente a experiência adquirida no Torneio, onde o participante é desafiado a dar o melhor de si em cada etapa, de forma ousada porém consciente, buscando se destacar em um ambiente competitivo onde todos almejam o melhor resultado possível. Certeza que voltarei a participar, e desde vez o objetivo é o 1º lugar.

Viviane Thais Wrubleski Huczera, equipe SGO CORP, 3º lugar do #TG2016

Aproveitem para desenvolver suas habilidades de gestão empresarial em competições completas como essa, a qual envolve simulações de vários tipos de competições e conjunturas econômicas. Cresçam com cada estratégia desenvolvida, com cada obstáculo superado e com cada objetivo atingido. Não importa o seu curso, o que importa é sua formação versátil e pluralista!

Valdemir da Silva Nunes, equipe Challenge, 5º lugar do #TG2016

O processo é mais dinâmico e interativo, e os erros vividos acabam ensinando mais. Fica aqui o meus parabéns ao Torneio Gerencial, que na minha opinião é o torneio que mais didático. E olhe que, juntamente com meu irmão, já participamos de vários outros torneios (OI Empreendedores, Global Management Challenge, Desafio Sebrae, Talento Empreendedor).

Santhiago Koprovski de Souza, equipe United, 3º lugar do #TG2015

Para se destacar em um mercado tão competitivo temos que tomar decisões ousadas, calculando os riscos, e sem subestimar os concorrentes. Estudar o mercado no qual a empresa está inserida é fundamental para minimizar os erros na tomada das decisões. Mas o maior aprendizado para mim foi que nem sempre o meu melhor será suficiente para ser o primeiro, por isso tenho que me dedicar cada vez mais para melhorar constantemente.

Taiana Marques da Silva Machado, equipe TQ Corp, 2º lugar do #TG2015

Já havia participado do Torneio Gerencial em oportunidades anteriores e diante de todo o aprendizado adquirido, recomendo este método para todos os alunos que buscam aprimorar seus conhecimentos de gestão, estratégia e conhecimento empresarial. A simulação de empresas permite que os participantes tomem decisões em ambientes incertos, em competição com diferentes empresas que buscam a liderança do mercado, situação muito semelhante ao mundo empresarial real. Sendo assim, o Torneio Gerencial proporciona aos participantes uma experiência única, e que independentemente do curso do participante, pode trazer ótimas lições que não seriam ensinadas na faculdade.

Lucas Placido Santos, equipe WoodyWool, 1º lugar do #TG2015

O Torneio Gerencial faz o participante aplicar conhecimentos e conceitos de maneira muito próximo à situação real. O mercado de trabalho é cheio de reviravoltas, situações inesperadas, e desafios e o Torneio Gerencial consegue simular isso muito bem, preparando o participante para saber trabalhar com isso no futuro.

Andrel de Souza Pecete e Elza Blank, equipe Valiant, 1º lugar do TG 2014

Coloquei a prova meus conhecimentos e obtive êxito competindo contra centenas de candidatos distribuídos por todos os cantos do Brasil. Outro motivo que me leva a crer que estou mais capacitado para o mercado de trabalho é ter participado de 4 simuladores distintos, o que me proporcionou o entendimento desses tipos de mercados e sistemas de administração.

Tiago Mateus Schneider, equipe Gauchada, 2º lugar no TG 2014

Sem dúvida o aprendizado e a assimilação de conceitos através do simulador são muito melhores, o aluno é desafiado a tomar decisões e montar um planejamento como se estivesse atuando em uma empresa de verdade, o que se aprende certamente será útil na vida profissional após a conclusão do curso de graduação.

César Augusto da Silva Araújo, equipe MS Global, 3º lugar no TG 2014

Os métodos tradicionais são muito teóricos, sendo que o aluno aprende tudo mas não exercita, esquecendo grande parte do aprendido em pouco tempo. Por meio desse torneio grande parte do conhecimento adquirido não será esquecido, pois foi aplicado e foram obtidos resultados favoráveis e desfavoráveis, cabendo a nós analisar a melhor alternativa. Acredito que quando utilizamos o que aprendemos de maneira prática não esquecemos tão fácil quanto se fosse apenas uma prova que você estuda.

Lucas Placido Santos, equipe Wall, 3º lugar no TG 2013

Com o Torneio Gerencial tive uma experiência da realidade de uma empresa. Consegui ver na prática o que aprendemos na Universidade. A prática tem grande importância por que nos leva a situações particulares de empresas que precisamos conciliar o conhecimento de diversas áreas.

Ana Paula Silva dos Santos, equipe Cirrus, 3º lugar no TG 2011

O jogo de negócio é efetivamente um recurso didático diferente, que promove mais facilmente a interação disciplinar e que apresenta uma variabilidade enorme de conteúdos. Os jogos também são importantes por promover um encontro do conteúdo dos livros com uma experiência efetiva. Com tudo isso, pode-se afirmar que o jogo de negócios é uma das ferramentas que atualmente apresentam importante aproximação de um tipo de ensino voltado para a criação de competências.

Cristiano Batista da Rocha Junior, equipe Lacri, 3° lugar no TG 2010

Sinto-me bem mais seguro para enfrentar o mercado de trabalho, pois todos aqueles aprendizados que obtive ao longo dos anos, que achava que eram vagos e sem utilidade, estão agora interligados na minha mente como algo concreto. Posso dizer agora: Eu sei como funciona, eu sei o que fazer em uma empresa.

Pablo Rodrigues, equipe Pale Ale, 1° lugar no TG 2009

Tive um aprendizado que não ocorre nas aulas teóricas da universidade, o aprendizado obtido com o torneio foi o de lidar com outros gestores (concorrência), de ver a ação e reação das outras empresas.

Felipe Conter Leite, equipe Woodstock, 1° lugar no TG 2008

O Torneio Gerencial é um evento que, através de seu sistema, possibilita aos participantes descobrirem e desenvolverem seus potenciais, já que envolve não somente aspectos teóricos e técnicos, mas também o caráter subjetivo do processo de tomada de decisão.

Carlos Langaro, equipe New York, 3° lugar no TG 2008

Participar do Torneio Gerencial agregou valor em minha formação. Sinto-me mais preparado, já que na competição enfrentei situações adversas e inesperadas, que exigiram mudanças no planejamento traçado previamente.

Alan Polini, equipe Calan, 3º lugar do TG 2007

Na minha opinião, o Torneio Gerencial tem um sistema de simulação empresarial muito bom. (...) No torneio Gerencial temos mais certeza do que fazemos, temos acesso a informações importantes e compatíveis com a vida real das grandes empresas, como o balanço patrimonial e pesquisas de mercado, em contrapartida, o Desafio Sebrae, apesar de ser uma boa simulação, é um jogo muito no "escuro", ou seja, as decisões dependem mais de sorte do que no Torneio Gerencial. Resumindo, acredito que o Torneio Gerencial é muito bom pelo fato de ser feito para um nível intelectual e de conhecimento mais alto, diferente de outras simulações que são feitas para um público com menos conhecimento, em que é difícil que um bom gestor empresarial se destaque frente aos demais participantes.

Felipe Conter Leite, equipe Woodstock, 3º lugar no TG 2006

(...) é uma das únicas formas de associar a teoria vista na aula com a prática do mercado de trabalho, pois se fossemos de fato entrar no mercado de trabalho demoraríamos anos até passar por todas as fases da empresa até chegar no cargo real de administrador. Simulando a empresa vamos diretamente ao cargo de administrador, pulando etapas e podemos simular todas as estratégias possiveis para obter melhores resultados.

Pablo Antônio Rodrigues, equipe Woodstock, 3º lugar no TG 2006

(...) a atividade de jogos empresariais contribui para um melhor entendimento em termos de controle gerencial de resultados e a ter uma melhor percepção de mercado, de forma a desenvover uma melhor habilidade em tomar decisões preditivas na condução do negócio.

Gisele Day, equipe Stock, 2º lugar no TG 2006

Aprendi lições sobre como administrar minha própria empresa, como lidar com a incerteza do mercado, e a estudar a melhor maneira de tomar as decisões para se manter em uma posição favorável em um mercado competitivo.

Raquel Ruffini, equipe OBI, 1º lugar no TG 2006

(...) na prática você percebe que a teoria sofre algumas distorções. Se a teoria já ministrada fosse aliada com a simulação seria muito proveitoso para o aluno. O seu conhecimento com certeza seria maior; estando, pois, melhor preparado para enfrentar as variações que acontecem no ambiente empresarial. O aluno sairia da faculdade com uma maior bagagem prática, o que seria decisivo para sua inserção no mercado de trabalho cada vez mais competitivo e com anseio por profissionais altamente qualificados.

Aline Gonzalez da Silva, equipe OBI, 1º lugar no TG 2006

Eu achei que o torneio foi ótimo! Agora posso dizer que me sinto mais preparado para enfrentar o mercado de trabalho porque através das simulações, nós podemos testar como é o meio empresarial. Saímos da teoria da faculdade para a prática do torneio e do mercado de trabalho.

Renato Fernandes Fonseca, equipe Sigma, 1º lugar no TG 2004

Já tinha participado do Torneio no ano passado e foi muito gratificante participar novamente esse ano, principalmente porque tive a oportunidade de aprender sobre o funcionamento de uma empresa de serviços. Algo muito válido para mim, que estou montando minha própria empresa de serviços no mundo real. Enfim, aconselho a todos que pretendem administrar um negócio próprio a participarem de uma simulação empresarial e conhecer suas próprias dificuldades para que estas possam ser desenvolvidas antes de uma aventura ao mundo real. Até o torneio de 2004!!

Alexandre Theotonio Rios, 8º lugar no TG 2003

O Torneio Gerencial é uma experiência interessante, tanto do ponto de vista técnico e prático, como do conceitual. Gerir uma empresa e obter sucesso nestes tempos é um desafio, porquanto é preciso não somente criar processos internos eficazes e controle sobre os resultados, mas termos uma visão antecipada daquilo que pode acontecer. E as simulações realizadas no torneio dão ensejo exatamente para esta experiência, pois estimulam o participante a fazer exercícios de planejamento estratégico e econômico – financeiro.

Rodrigo Luiz Soares, 4º lugar no TG 2003

Conheça o Torneio